Veja como cuidar do revestimento de pastilhas na fachada do seu prédio

Há muito tempo, as pastilhas são usadas como revestimentos decorativos em ambientes internos molhados, como cozinhas, banheiros e piscinas. Os diferentes materiais e cores permitem um uso criativo por aqueles que desejam um material durável, sem deixar de lado a estética. Elas também são uma ótima opção para revestimentos externos. De fácil aplicação e manutenção, usar pastilhas na fachada está cada vez mais caindo no gosto dos arquitetos.

Se você quiser fazer o revestimento externo do seu condomínio usando pastilhas na fachada, saiba que serão necessárias uma instalação cuidadosa e uma manutenção especializada, mas essa escolha traz uma série de vantagens.

Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre o tema: como é a instalação, a manutenção e o que fazer caso o revestimento precise de reformas. Além, é claro, de mais detalhes em relação aos benefícios de optar pelas pastilhas. Boa leitura!

Instalação de pastilhas na fachada

O revestimento com pastilhas é prático e durável, mas para isso é necessário que a aplicação seja feita de forma cuidadosa. Assim, fica mais garantido que nenhum problema vai comprometer essa durabilidade. Por isso, é sempre importante procurar mão de obra especializada.

Como em qualquer obra, os materiais usados devem ser de qualidade, de um fornecedor confiável e específicos para a função desejada. A argamassa, por exemplo, deve ter alta aderência e pouca absorção de água, para diminuir os riscos de deformação ao absorver as tensões acumuladas pelo revestimento externo. Para não perder a aderência, o profissional deve evitar espalhar muita massa, principalmente em regiões quentes ou muito ventosas.

O rejunte só deve ser aplicado quando o assentamento estiver seco, o que demora cerca de 72 horas. Nesse passo, é crucial verificar a formação de buracos no rejunte (carunchos). Essas irregularidades permitem a entrada de umidade, o que compromete o resultado final e pode ocasionar o descolamento das pastilhas.

Manutenção preventiva e reforma do revestimento externo

Quando instaladas da maneira correta, por um profissional que sabe o que está fazendo, as pastilhas têm uma das maiores durabilidades entre os produtos disponíveis no mercado. A norma de desempenho NBR 15.575 determina que a vida útil seja de no mínimo 20 anos.

Isso é extremamente útil para fachadas, que são expostas ao sol, chuva, ventos e poluição. Entretanto, é preciso manutenção regular, como qualquer tipo de revestimento externo. Vamos ver como isso é feito a seguir.

Manutenção preventiva

A limpeza das pastilhas na fachada é a base da manutenção preventiva e deve ser feita a cada três anos, com uma máquina de hidrojateamento em uma pressão média, para não danificar o rejunte, e detergente neutro, pois a acidez pode deteriorar o material. Esse também é o momento em que são feitas as verificações da integridade do revestimento e das possíveis irregularidades.

Um dos problemas mais sérios que podem ocorrer é o descolamento das pastilhas. Ele é resultado das tensões geradas por umidade e dilatação, superando a capacidade de aderência da argamassa. Além do alto custo de reparo, há a possibilidade de elas caírem e atingirem condôminos e transeuntes. O primeiro sinal desse problema é a ocorrência de um som oco durante a verificação por percussão.

Outro problema são pequenas infiltrações, que podem se manifestar de diversas maneiras, como manchas criadas por bolores, depósitos esbranquiçados de aspecto escorrido e mesmo trincas entre as placas. Por isso a manutenção preventiva é tão importante: um profissional qualificado consegue identificar esses problemas antes que eles se desenvolvam para casos piores.

Reformas possíveis

Quando não há a manutenção preventiva e uma reforma mais profunda é necessária, há algumas maneiras diferentes de lidar com o problema. Não importa qual seja a forma escolhida, é preciso fazer uma inspeção técnica antes. Caso o problema não seja com as pastilhas em si, trocá-las não resolverá nada. Confira, então, algumas soluções possíveis.

Reaplicação das pastilhas

A reaplicação das pastilhas consiste em descascar a área afetada e colocar um novo material. É um processo caro e barulhento, mas mantém as características originais do projeto. Uma coisa a se prestar atenção é que, devido ao desgaste, é possível que haja contraste entre o rejunte novo e o antigo, o que pode ficar bastante visível e gerar um prejuízo estético. 

Aplicação de textura

Outra solução possível é a aplicação de textura sobre as pastilhas na fachada. Essa opção normalmente é usada nos casos em que o material original não está mais disponível no mercado, então a reaplicação se torna mais complicada.

Essa alternativa tem mais chances de um mau resultado, pois, além do revestimento externo ser irregular e muito liso, caso o problema original não seja resolvido, a durabilidade da textura é muito reduzida. Além disso, é importante verificar se essa alteração de fachada é possível dentro do regimento interno do condomínio e se ela está de acordo com a lei.

Vantagens de usar pastilhas na fachada

A maior vantagem de fazer o revestimento externo do seu condomínio usando pastilhas na fachada já foi citada algumas vezes neste texto: a durabilidade. A baixa taxa de absorção de umidade e o uso de um material que não desgasta facilmente são os principais fatores que contribuem para a durabilidade do revestimento, considerando que a aplicação foi bem executada.

Ainda que seja preciso conhecimento técnico, as pastilhas são de fácil aplicação e muito versáteis. Elas podem ser aplicadas rapidamente em uma grande área, e as diferentes cores e materiais permitem um uso estilístico diversificado, realçando as formas do edifício.

Além disso, embora tenham um custo inicial alto, a durabilidade e o fato de precisarem de menos lavagens que outros tipos de revestimentos externos tornam as pastilhas na fachada uma opção extremamente econômica a longo prazo.

Como vimos, usar pastilhas na fachada é uma opção de revestimento externo que vem sendo muito utilizada pelos arquitetos, tanto pela sua versatilidade quanto pela facilidade de aplicação. Além disso, com o cuidado adequado, elas são extremamente duráveis, além de reduzirem o custo da manutenção predial.

Se você está procurando uma empresa com experiência em trocas de pastilhas, entre em contato com a Repinte e conheça as nossas soluções!