Especialista em restauração predial.

Veja as principais iniciativas para ter um condomínio sustentável!

25 de setembro de 2018

Você sabe o que é preciso para ter um condomínio sustentável? Além de ajudar o meio ambiente, algumas práticas também valorizam o imóvel e aumentam o bem-estar dos moradores e funcionários.

As alternativas sustentáveis geram economia e maior conscientização no uso dos recursos. Dessa maneira, o imóvel é capaz de oferecer conforto e, ao mesmo tempo, reduzir satisfatoriamente seus custos.

Pensando nisso, preparamos este artigo para que você conheça as principais iniciativas para ter um condomínio sustentável. Acompanhe!

O que é sustentabilidade?

A sustentabilidade é um conceito que promove a ação consciente e responsável dos recursos naturais. Por isso, é necessário que a relação entre os seres humanos e o meio ambiente esteja equilibrada.

No condomínio, a gestão pode propor alternativas para diminuir gastos excessivos com energia e água, por exemplo, e ainda favorecer a conscientização entre os moradores e demais colaboradores. 

Quais são as características de um condomínio sustentável?

Geralmente, as mudanças são de baixo custo e trazem imensos benefícios para a saúde e qualidade de vida dos condôminos — valorizando ainda mais o imóvel e a aplicação dos seus recursos.

Como síndico ou gestor, proponha ações estratégicas e acessíveis para promover a sustentabilidade. Antes de tomar qualquer decisão, lembre-se de reunir os moradores em assembleia e explicar a viabilidade das alternativas e suas vantagens.

Confira, a seguir, algumas iniciativas sustentáveis para aplicar no condomínio!

Coleta seletiva e reciclagem

A coleta e a reciclagem do lixo são fundamentais para manter o controle sobre a quantidade de resíduos gerados no condomínio. Separando os diferentes tipos de materiais, como vidro, metal, plástico, orgânicos etc., é possível reutilizá-los ou levá-los a algum local de recolhimento.

Muitos resíduos são descartados diariamente, portanto, estipule alguns dias da semana, em horários apropriados, para realizar a coleta seletiva.

Reutilização de água da chuva

Captar a água da chuva tem se tornado uma prática comum em muitas residências. O processo é simples: instala-se calhas abaixo do telhado, direcionando toda a água para um tanque ou reservatório.

Dessa maneira, o condomínio reduz a quantidade de água consumida e ainda reaproveita o que foi coletado para regar os jardins, lavar garagens e calçadas.

Instalação de painel solar

Outra alternativa possível é instalar painéis solares para a geração de energia sustentável no condomínio. O sistema fotovoltaico oferece economia e faz com que o investimento retorne em poucos anos.

Porém, a opção pode sair um pouco cara, dependendo do tamanho do condomínio e do número de residentes. Como síndico, vale a pena apresentar a ideia aos condôminos.

Plantio de horta comunitária

Muitos condomínios contam com algum espaço ocioso, porém, ideais para a plantação de uma horta comunitária. Essa ação melhora o relacionamento e o bem-estar entre os moradores.

Apresente um projeto e convoque voluntários para auxiliar no dia da plantação. Defina algumas regras sobre a espera do tempo da colheita, a arrecadação dos insumos e demais ferramentas.

Um condomínio sustentável contribui para a economia dos recursos e também atua positivamente para a valorização dos imóveis. Lembre-se que os moradores devem ser sempre consultados caso o síndico decida investir em alguma iniciativa inovadora.

Gostou do conteúdo? Então, siga nossas redes sociais e fique por dentro das novidades! Estamos no Facebook e Instagram.