Prédios de SP – Edifício Cícero Prado

No bairro de Campos Elíseos, um prédio em especial chama a atenção. Trata-se do imponente Edifício Albertina, Cícero Prado e Cecília, mais conhecido como Cícero Prado. Projetado pelo arquiteto e incorporador Gregori Warchavchik no início da década de 50, foi oficialmente lançado em 1953. Inspirado no expressionismo alemão, foi construído a pedido da Companhia Agrícola Cícero Prado com o objetivo de ampliar a verticalização de uma região até então composta por palacetes na época. Porém, a expansão na região não aconteceu.

Linhas sinuosas 

Mesmo assim, suas linhas encantam os amantes da arquitetura. Ao contrário de boa parte dos edifícios da época, com linhas mais retas, suas sacadas sinuosas trazem um visual diferenciado e moderno para o período. Como a maioria dos empreendimentos mais antigos, um espaço no andar térreo foi projetado para servir de locação – atualmente, ocupado por uma agência bancária com um belo jardim suspenso em seu topo, proporcionando uma visão de natureza em meio à selva urbana para os moradores do edifício.

Outro diferencial está no projeto totalmente pensado no sol da manhã. Seu formato em U permite que todos os apartamentos da fachada da frente sejam banhados pela luz solar, trazendo o máximo de iluminação natural.

Com 100 apartamentos no total, divididos em três blocos de dois apartamentos por andar, suas medidas impressionam. Suas unidades possuem 160 metros quadrados e, em sua maioria, apenas dois dormitórios, o que nos leva a refletir sobre o quão comum era antigamente ter famílias numerosas, porém em quartos mais compartilhados que atualmente. 

O boom dos edifícios clássicos

Sua planta funcional, com ambientes bastante amplos, atraem fãs de edifícios históricos, uma tendência em crescimento hoje em dia. Tem sido relativamente comum famílias abrirem mão de edifícios modernos, repletos de áreas de lazer compartilhadas e diversas vagas de garagem para viver em edifícios “clássicos”, assinados por grandes nomes da arquitetura e mais espaçosos. É isso que ocorre com boa parte dos moradores do Cícero Prado, que alegam preferir viver em uma região central, com boa oferta de transportes públicos e em um espaço com alta qualidade de construção.

E você, acredita que vale a pena abdicar de prédios novos para viver em edifícios mais antigos e assinados para ter espaços mais amplos? Conta pra gente nos comentários das nossas páginas no Facebook e Instagram! Vamos adorar saber a sua opinião!