Especialista em restauração predial.

Conheça os 7 melhores tipos de revestimento para fachadas

29 de julho de 2019

Pensar os revestimentos de fachada que você vai escolher na sua obra é fundamental. Eles são responsáveis pela proteção externa do seu prédio, sendo a primeira barreira contra ações como a chuva e os desgastes naturais do tempo. 

Além da função protetiva, os revestimentos são também o cartão de visitas da sua construção. Para alinhar as atribuições técnicas e harmonizar com a estética do seu edifício é preciso considerar alguns fatores, como os custos, as características do meio ambiente ao redor e a eficiência da vedação externa. 

O ideal é que o projeto considere sempre o clima, os custos e a durabilidade na hora de pensar sua fachada. Por isso conhecer bem os tipos de revestimento e escolher materiais de qualidade é um passo importante e essencial da sua reforma. 

Neste artigo vamos conhecer quais são os tipos de revestimentos mais utilizados nas fachadas de prédio. Boa leitura!

1. Pintura

É o revestimento mais simples, econômico e de fácil aplicação. Por essas características é também o mais utilizado. A mão de obra e o material têm o preço mais baixo entre os outros modelos disponíveis no mercado.

Entretanto, a pintura exige uma manutenção mais frequente, já que pode descascar com facilidade ou gerar bolhas se não aplicada corretamente. Além disso, pode ser facilmente danificada por ações externas como a chuva e exposição ao sol. A pintura não é indica para edificações com muita umidade.

2. Madeira

A madeira pode ser um dos revestimentos mais duradouros, quando bem instalada. Além de deixar o projeto sofisticado é também muito versátil, já que pode moldar o ambiente e possibilitar diversas decorações.

O material é resistente e durável se alguns cuidados forem tomados na aplicação, como o uso de impermeabilizante e verniz. É necessário ficar atento a sua manutenção para evitar apodrecimentos causados pela umidade ou problemas com cupins.

3. Pedra

A pedra é também um tipo de revestimento bastante comum e proporciona um acabamento rústico ou moderno para a sua fachada. Você pode usar pedras polidas ou brutas, em formatos de mosaicos ou filetes.

Os tipos mais usados em fachadas prediais são Miracema, São Tomé, Caxambú e Pedra-Madeira. O revestimento em pedra não exige a manutenção frequente, apenas uma boa limpeza, o que torna o investimento mais barato e duradouro.

4. Argamassa

A argamassa pode ser usada com diversos recursos decorativos como massa raspada ou massa batida. Pode ser aplicada sobre alvenarias e concretos, mas exige mão de obra especializada e qualificada para manter o mesmo padrão de acabamento em toda a fachada. 

A sua principal desvantagem é a dificuldade para que retoques sejam feitos em caso de danificação, pois há a complexidade em refazer a tonalidade e a textura. Não é indicado a sua aplicação em locais com grande exposição à água.

5. Porcelanato ou cerâmica

O porcelanato é a escolha ideal para quem quer aliar sofisticação e conforto. O material é impermeável e bastante resistente, o que auxilia a evitar a umidade do ar e no controle da temperatura interna.

A instalação é prática e fácil, gerando um resultado com uma fachada clean, elegante e moderna. É indicado para locais com muita umidade, tem grande durabilidade, demora anos para apresentar os primeiros sinais de desgaste e exige pouca manutenção.

Apesar de terem uma semelhança física aparente, existem diferenças na fabricação, o que torna a cerâmica uma opção mais barata, mas mantendo as mesmas qualificações como resistência, durabilidade e dilatação térmica. Os seus custos de instalação e mão de obra especializada também são mais baratos.

6. Tijolo

Muito durável, ele pode ser usado em toda fachada externa, esse material cria uma estética rústica e bastante característica. É necessário cuidado na aplicação para que ele mantenha um padrão harmonioso e esteticamente bonito.

Não exige grandes cuidados com manutenção e pode ser combinado com outros tipos de revestimentos, como vidro ou porcelanato.

7. Aço corten

Extremamente moderno e resistente, o aço corten tem uma tonalidade vermelho-ferrugem, o que protege o revestimento de danos causados pela exposição ao tempo. No mercado há oferta em diferentes tamanhos e formatos que podem se adaptar facilmente ao seu prédio.

Tem baixo custo de instalação e manutenção e grande durabilidade. A estética é diferenciada o material é 100% sustentável, sendo três vezes mais resistente que o aço comum.

Quais aspectos influenciam na escolha do tipo de revestimento?

Antes de decidir qual melhor tipo de revestimento para o seu prédio é melhor levar em consideração alguns pontos importantes:

  • observe as condições do meio ambiente ao redor do seu prédio, verifique se há umidade e qual a exposição do material aos desgastes naturais do tempo;
  • escolha um revestimento que seja harmônico com o projeto arquitetônico do interior do seu prédio;
  • pesquise a durabilidade, o preço, e principalmente a manutenção;
  • preze pela escolha de materiais com qualidade para não ter problemas futuros;
  • procure profissionais qualificados para a aplicação do revestimento escolhido, isso pode evitar gastos extras com consertos por má aplicação;
  • mantenha o equilíbrio entre as funções técnicas e estéticas na hora de escolher o seu revestimento. Afinal a estética é muito importante em fachadas;
  • pondere o custo-benefício e as vantagens e desvantagens de cada material no seu prédio, assim você faz uma escolha mais acertada.

Os problemas com diferentes tipos de revestimentos de fachadas normalmente estão associadas às fases de execução dos projetos, à escolha de materiais de baixa qualidade, falta de planejamento e manutenção e, até mesmo, a associação desses ou mais fatores.

Por isso é importante que você converse com os profissionais da sua obra para que o material não fique deformado ao longo do tempo comprometendo a estética e funcionalidade do seu imóvel. Mantenha em dia os cuidados e a manutenção para evitar problemas estruturais como rachaduras e desbotamento.

Agora que você já conhece os principais tipos de revestimentos, suas aplicações, usos, funções e cuidados, é mais fácil escolher qual revestimento usar para deixar a fachada do seu prédio bonita.

Gostou deste artigo? Então, curta agora a nossa página no Facebook para acompanhar nossas atualizações e ter acesso ao nosso conteúdo.