Especialista em restauração predial.

Conheça a história do Casarão Paulista

8 de julho de 2019

Famoso por sua arquitetura colonial, o Casarão Paulista chama a atenção de quem passa pelo local. Atualmente, ele é utilizado como espaço de eventos, mas também já abrigou algumas agências comerciais.

Construído no centro de São Paulo, o prédio é considerado o imóvel com o aluguel mais caro da cidade. Com a abertura da Avenida Paulista para pedestres e ciclistas, aos domingos e feriados, o antigo Casarão é um dos cenários mais requisitados por quem visita os arredores do local.

E se você deseja conhecer a história do Casarão Paulista e como ele tem sido utilizado desde a sua desocupação residencial, continue acompanhando o post!

Conheça o Casarão Paulista

Localizado na Avenida Paulista, número 1811, o Casarão Paulista passou a ser um dos principais pontos de visitação da capital — tanto para vizinhos quanto para turistas, que desfrutam de sua bela arquitetura e decoração. A importância do imóvel é notória e atrai milhares de visitantes a cada ano.

Isso porque ele já foi alugado e ocupado para diferentes finalidades, por exemplo, para sediar as finais do campeonato americano de basquete, a famosa NBA e, também, como palco de decoração natalina que a empresa Netflix escolheu para promover alguns de seus filmes.

Saiba a história do Casarão Paulista

O projeto do Casarão Paulista foi criado em 1905, assinado pelo arquiteto João Gullo. O dono era Joaquim Eugenio de Lima, que mais tarde transferiu a propriedade para seu genro, Álvaro da Rocha Azevedo. Entretanto, o prédio serviu, nos anos 1940, como residência de um casal de imigrantes — Maria, uma moça italiana e pianista, e Wagih, um homem sírio.

A decoração interna do imóvel foi inspirada na arquitetura francesa, contando com espaços amplos e integrados. No formato original, os ambientes receberam piso de mármore rosa, que atualmente só existe na escadaria, e um lustre de cristal Baccarat que enfeita o hall principal. Tudo foi executado pelo Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo.

Entenda como funciona o Casarão Paulista

O Casarão Paulista tem sido usado desde a desocupação residencial de Maria e Wagih. Ele já foi cenário de diversos eventos, como a Casa Nike, a Casa Pantena, a crônica de Natal da Netflix, entre outros. O prédio também já abrigou estabelecimentos comerciais, por exemplo, com a instalação de uma agência do Itaú Personnalite e do Banco de Boston.

Contando com onze cômodos, o aluguel do Casarão não sai por menos de 500 mil reais por mês. Sendo assim, ele é considerado uma das unidades imobiliárias com o valor mais caro de locação da cidade. Seu valor estimado chega a 60 milhões de reais, e o aluguel diário do espaço sai por 28 mil reais.

De fato, entender como se deu a construção do Casarão Paulista é um fator importante para quem deseja vistar a icônica arquitetura do imóvel. E se você estiver passando por São Paulo, certamente não deixará de conhecer esse belo prédio por dentro, não é mesmo?

Gostou do nosso conteúdo? Se você quer continuar por dentro de outros pontos turísticos da capital, conheça também a história do Palacete Tereza Toledo Lara. Até a próxima!